Quando te vi

Sol de Primavera

O sal da terra

O medo de amar é o medo de ser livre

 

 

Quando Te Vi

 

Beto Guedes

 

Intr.: E F° F#m B7

       E                  F#m          Am

Nem o sol, nem o mar, nem o brilho das estrelas

     E    G#m     F#m   B7         E       F#m   B7

Tudo isso não tem valor sem ter você

       E                   F#m       Am

Sem você, nem o som, da mais linda melodia

        E     G#m      F#m  B7     E  E7

Nem os versos desta canção, iam valer

          A  Am             E        C#7

Nem o perfume, de todas as rosas é igual

  F#m               B7    B7/5+

A doce presença, do seu amor

    E           Bm E7        A        Am

O amor estava aqui,  mas eu nunca saberia

          E  G#m  F#m    B7        E    E7

O que um dia se revelou, quando te vi

(Repete última estrofe)

 

 

 

Sol de Primavera

 

Intr.: D7M   A7M   D7M   E   F#   A   B7   E

  E             C#m  G#m    C#m                 A7M

Quando entrar setembro   e a boa nova andar nos campos

B7            A            B7                A   B7            E

Quero ver brotar o perdão onde a gente plantou  juntos outra vez

             C#m   G#m      C#m           A7M

Já sonhamos juntos semeando as canções no vento

B7             A            B7               A     B7

Quero ver crescer nossa voz no que falta sonhar

E            C#m   G#m         C#m         A7M

Já choramos muito, muitos se perderam no caminho

B7               A              B7          A  B7                E

Mesmo assim não custa inventar uma nova canção que venha nos trazer

           C#m  G#m        C#m          A7M

Sol de primavera abre as janelas do meu peito

B7         A            B7                 A    A/B   E

A lição sabemos de cor, só nos resta aprender

   

 

O Sal da Terra

Beto Guedes - Ronaldo Bastos

 

A     A7M                     D7M

Anda, quero te dizer nenhum segredo

G7                        F#m   G/D                       D7M

Falo desse chão, da nossa casa, vem que tá na hora de arrumar

Tempo, quero viver mais duzentos anos

Quero não ferir meu semelhante, nem por isso quero me ferir

C7M                     G    C7M                       G

Vamos precisar de todo mundo prá banir do mundo a opressão

Em                    A/B   C/E                 C      G

Para construir a vida nova  vamos precisar de muito amor

Em                   A/B   C                     (Bm    A/B)

 

A felicidade mora ao lado  e quem não é tolo pode ver

A paz na Terra, amor, o pé na terra

A paz na Terra, amor, o sal da...

Terra, és o mais bonito dos planetas

Tão te maltratando por dinheiro, tu que és a nave nossa irmã

Canta, leva tua vida em harmonia

E nos alimenta com teus frutos, tu que és do homem a maçã

Vamos precisar de todo mundo, um mais um é sempre mais que dois

Prá melhor juntar as nossas forças é só repartir melhor o pão

Recriar o paraíso agora para merecer quem vem depois

 

Deixa nascer o amor

Deixa fluir o amor

Deixa crescer o amor

Deixa viver o amor

O sal da Terra


 

 

O Medo de Amar é o Medo de Ser Livre

Beto Guedes - Fernando Brant

 

Intr.: Am7

  Am7              G7M

O medo de amar é o medo de ser

                 F/G

Livre para o que der e vier

                    C7M        F7M        E4

Livre para sempre estar onde o justo estiver

Am7                G7M

O medo de amar é o medo de ter

            F/G

De a todo momento escolher

                  C7M      Am   F7M   E4

Com acerto e precisão a melhor   direção

F/C                 C7M     Bb/C  C7

O sol levantou mais cedo e quis

F/C  Fm/C        C7M     D/C  F/G  Am7

Em nossa casa fechada entrar prá ficar

                 G7M

O medo de amar é não arriscar

              F/G

Esperando que façam por nós

               C7M       F7M      E4

O que é nosso dever: recusar o poder

F/C                 C7M       Bb/C  C7

O sol levantou mais cedo e cegou

F/C  Fm/C              C7M       D/C  F/G   F/C   Fm/C  C7M

  O medo nos olhos de quem foi ver  tanta luz